Início Blog Romeu e Julieta

Blog

30, Mar - 2018

Romeu e Julieta

“Mas qual luz abre a sombra deste balcão? Eis o oriente é Julieta, e o sol! Oh, e a minha mulher e o meu amor!”    

 Trecho do livro “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare

 

A obra de Shakespeare pode ter sido publicada há mais de 400 anos, mas a história de amor entre Romeu e Julieta atrai até hoje todo tipo de público.

Sendo uma das peças mais encenadas na história da humanidade, também ganhou espaço nas telas do cinema e nos palcos de ballet.

 

O ballet teve sua estreia em 1940, contando a tão famosa história dos dois adolescentes filhos de famílias rivais (Montechio e Capuleto), que se apaixonam e são obrigados a se separar.

Foram feitas muitas versões em ballet da obra do dramaturgo inglês. A de 1940 foi composta por Sergei Sergeyevich Prokofiev, dividida em três atos e treze cenas.

 


The Royal Ballet, 2012

 

HISTÓRIA

Ato I

Cena 1: No mercado de Verona – Romeu, filho dos Montéquio, tenta sem sucesso declarar seu amor a Rosalina e é consolado por seus amigos Mercúrio e Benvolio. As pessoas começam a se encontrar no mercado, e uma discussão ocorre entre Tebaldo, sobrinho dos Capuleto, e Romeu e seus amigos. Os Capuleto e os Montéquio são inimigos eternos e, por isso, logo se inicia uma briga. Os Montéquio e os Capuleto lutram entre si, até que são interrompidos pela chegada do príncipe de Verona, que tenta dar fim à hostilidade existente entre as duas famílias.

 

Cena 2: A sala de Julieta na casa dos Capuleto – Julieta, brincando com sua ama, é interrompida por seus pais. Eles a apresentam a Paris, um rico e jovem nobre que pediu sua mão em casamento.

 

Cena 3: Fora da casa dos Capuleto – Os convidados chegam para o baile oferecido pela família. Romeu, Mercúrio e Benvolio se disfarçam com máscaras e decidem ir à busca de Rosalina.

 

Cena 4: O salão de bailes Romeu e seus amigos chegam ao clímax da festa. Os convidados veem Julieta dançando; Mercúrio, vendo que Romeu está hipnotizado por ela, decide distrair sua atenção. Tebaldo reconhece Romeu e ordena que deixe o salão, mas um Capuleto intervém e o acolhe como convidado em sua casa.

 

Cena 5: Fora da casa dos Capuleto – Enquanto os convidados deixam o salão, Capuleto reprime Tebaldo por perseguir Romeu.

 

Cena 6: O balcão de Julieta – Sem conseguir dormir, Julieta fica em seu balcão pensando em Romeu, quando ele de repente aparece no jardim. Eles então confessam o amor que sentem um pelo outro.

 


Melissa Hamilton e Edward / © Bill Cooper

 

 

Ato II

 

Cena 1: O mercado de Verona – Romeu só consegue pensar em Julieta e, vendo um cortejo de casamento passar, ele sonha no dia em que vai desposá-la. Enquanto isso, a ama de Julieta se espreme no meio da multidão para entregar uma carta para Romeu. Ele lê e recebe o "sim" de Julieta para o casamento.

 

Cena 2: A capela – Os amantes se casam secretamente com Frei Lourenço, que espera que assim se acabe a intriga entre os Motéquio e os Capuleto.

 

Cena 3: O mercado de Verona – Interrompendo a farra, Tebaldo luta com Mercúrio e o mata. Romeu vinga-se da morte de seu amigo e é exilado.

 


Carlos Acosta e Natalia Osipova © Bill Cooper


 

Ato III

 

Cena 1: O quarto – Na aurora de um novo dia, a agitação na casa dos Capuleto é muita, e Romeu deve ir embora. Ele abraça Julieta e parte no momento em que os pais de Julieta aparecem com Paris. Julieta recusa-se a casar com ele, e, magoado com sua recusa, ele a deixa. Os pais de Julieta se aborrecem e ameaçam deserdar a filha. Julieta vai ao encontro de Frei Lourenço.

 

Cena 2: A capela – Julieta cai nos pés do frei e implora por sua ajuda. Ele lhe dá um frasco com uma poção que a fará dormir, de maneira que todos pensem que é morta. Seus pais, acreditando estar ela realmente moribunda, irão enterrá-la no mausoléu da família. Enquanto isso, Romeu, avisado pelo Frei Lourenço, voltará à noite para buscá-la e juntos fugirem de Verona.

 

Cena 3: O quarto – Esta noite, Julieta aceita que Paris a despose, mas na manhã seguinte, quando seus pais chegam com Paris, percebem que ela está morta.

 

Cena 4: O mausoléu dos Capuleto – Romeu, não avisado pela mensagem do Frei, volta à Verona atordoado com a notícia da morte de sua amada. Disfarçado como um monge, ele entra no mausoléu e, vendo Paris sobre o corpo de Julieta, o mata. Acreditando que ela está morta, Romeu se envenena. Julieta acorda e, vendo seu Romeu sem vida, suicida-se também com um punhal, pois não pode viver sem seu grande amor.

 

 

Comentários

Voltar
  • Compartilhar
Receba novidades no e-mail

Donna Dança

R. Antonio Maria Coelho, 2486
Centro - Campo Grande MS
67 3043 2552

Entre em contato