Início Blog Alina Cojocaru

Blog

27, Jun - 2017

Alina Cojocaru

A romena Alina Cojocaru atuou como primeira bailarina do Royal Ballet durante quase uma década e é considerada uma das maiores bailarinas da atualidade. Com uma carreira marcada por lesões, ela ultrapassou obstáculos e sempre deu o seu melhor nos palcos, em todos os papéis já interpretados por ela, desde Aurora a Giselle.

 

 

Conheça um pouco mais sobre esta grande personalidade do ballet.

 

NOME:  Alina Cojocaru

DATA DE NASCIMENTO: 27 de maio de 1981

SUA TRAJETÓRIA: Começou aulas de ginástica entre os 7 e 8 anos, ingressando em aulas de ballet aos 9 anos de idade. Após ser escolhida em uma seleção, junto de mais 8 estudantes romenos, para estudar ballet fora, mudou-se para a Rússia ainda criança.

Com 15 anos de idade, em 1997, competiu no Prix de Lausanne e ganhou uma bolsa para estudar no Royal Ballet , em Londres, para o qual depois foi convidada a fazer parte do corpo de ballet. Tornou-se bailarina principal em 2001 e, a partir daí,  ela e o partner Johan Kobborg ficaram conhecidos como uma das melhores parcerias da história do ballet.

 


Fotos: reprodução

 

Em 2008, Alina sofreu uma lesão que poderia ter acabado com sua carreira. Ela teve um deslocamento no pescoço, que mais tarde foi diagnosticado como prolapso do disco intervertebral.

Em uma entrevista ao Telegraph, Alina comentou que o agravamento se deu por sua insistência em achar que tudo estava bem e exigir muito de si mesma, quando, na verdade, a situação era outra.

Não costumava ouvir ninguém”, ela admite, “quando as pessoas diziam para não trabalhar tanto, não me esforçar demais, tire férias, tire um tempo livre… Eu só pensava: não preciso de férias – por que devo parar se não quero isso? Mas você não faz ideia até o momento em que se machuca e então percebe: eu só ouvia o que queria. E acabei indo longe demais”.

Em 2013, já restabelecida e vivendo com seu companheiro, o também primeiro bailarino Johan Kobborg, mudou para o English Ballet. Em maio de 2017, Alina anunciou que esperam pelo primeiro filho.

 


Alina Cojocaru e Johan Kobborg

 

Suas apresentações ainda são tão brilhantes quando antes de sua lesão.  A diferença é que a bailarina aprecia as coisas de uma maneira diferente.

“Eu me divirto com isso agora. Antes de cada apresentação, digo a mim mesma: estou na coxia, com este figurino, esta maquiagem, e não estou apenas na plateia, machucada, somente assistindo, mas faço parte disso tudo novamente – não precisa ser perfeito, mas estou aqui agora e estou aqui para apreciar o momento”, disse ao Telegraph.

 

Veja um vídeo de Alina nos palcos:

 

 

 

Foto de capa: reprodução / Telegraph

Comentários

Voltar
  • Compartilhar
Receba novidades no e-mail

Donna Dança

R. Antonio Maria Coelho, 2486
Centro - Campo Grande MS
67 3043 2552

Entre em contato